quarta-feira, 12 de outubro de 2011

RELATÓRIO DE GESTÃO ESCOLAR


UNIUBE UNIVERSIDADE DE UBERABA

MARIA DE FÁTIMA JARDIM FIEL



RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO: GESTÃO ESCOLAR






















                                              NOVO REPARTIMENTO - PA
2011


UNIUBE UNIVERSIDADE DE UBERABA


MARIA DE FATIMA JARDIM FIEL




RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO: GESTÃO ESCOLAR




Relatório exigido como parte dos requisitos para conclusão da Disciplina Estágio Supervisionado em Gestão Educacional, sob orientação do professor Ronaldo Meireles Martins  
Curso: Pedagogia



























                                                 NOVO REPARTIMENTO-PA
2011
         

     “A gestão escolar constitui uma dimensão e um enfoque de atuação que objetiva promover a organização, a mobilização e a articulação de todas as condições materiais e humanas necessárias para garantir o avanço dos processos sócio educacionais dos estabelecimentos de ensino orientadas para a promoção efetiva da aprendizagem pelos alunos, de modo a torná-los capazes de enfrentar adequadamente os desafios da sociedade globalizada e da economia centrada no conhecimento." LUCK (2000).
































LOCALIZAÇÃO DA ESCOLA
NOME: Escola Municipal Rei dos Reis
ENDEREÇO: Vila Novo Horizonte, Projeto de Assentamento Tuerê I.

ESTRUTURA ADMINISTRATIVA E PEDAGÓGICA
 01 Diretora – Formação Superior
01 Coordenadora Pedagógica - Magistério

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
Manhã: 7: 15h às 11h 30 min
Tarde: 13: 15h às 17h 30 min
Noite: 18:30h às 22h 30 min.


NÍVEIS DE ATENDIMENTO
Ensino Fundamental,
Educação de Jovens e Adultos, na modalidade Alfabetização,
Educação de Jovens e Adultos na modalidade Fundamental, (6º. Ao 9º. ano).















                             APRESENTAÇÃO        
        
    Este trabalho é o resultado decorrente do Estágio Curricular Supervisionado em Gestão. Durante o relato descreverei os aspectos observados durante esse período que com certeza, foi muito proveitoso pra mim.
           Ao chegar à escola fui muito bem acolhida pela diretora e demais funcionários, pois já me conheciam de outros estágios. Apresentei a ela meus documentos e falei quais eram os meus propósitos, dando início assim, ao estágio de gestão. 
           Gestão Escolar é um assunto de grande importância para que tenhamos uma escola que atenda as modernas exigências de uma sociedade cada vez mais evoluída em termos de conhecimento, em que os avanços das telecomunicações, da informatização e descobertas científicas têm provocado mudanças rápidas e radicais, as quais a escola precisa acompanhar.
         Embora tenha havido um grande progresso nas últimas décadas, o que poderia possibilitar uma vida digna para todos, ainda hoje boa parte da população mundial está excluída do crescimento científico e tecnológico. Pois esse conhecimento geralmente está sob o domínio das grandes potências, que ao invés de proporcionar o bem estar de todos, contribui para acentuar as diferenças e para destruir grande parte da natureza, causando danos irreparáveis no equilíbrio ecológico já tão frágil do nosso do planeta.
         Ainda que o conhecimento tenha se tornado uma necessidade vital, nem todos os cidadãos estão tendo a possibilidade de acesso às informações atualizadas e nem estão conseguindo organizá-las de maneira adequada. É necessário se construir uma relação com o contexto, a partir do uso do conhecimento que o indivíduo já possui sobre o mundo.
Em meio a todas as mudanças a família também assume novas formas de organização e identidades, ainda não aceitas totalmente pela sociedade. A escola por sua vez amarga fracassos que tem levado a exclusão, grande parcela de alunos, pela ineficácia de seus métodos e também pela distância que apresenta em relação às reais e urgentes necessidades dos mesmos.
Para tanto é necessária uma nova escola, inclusiva e identificada com o processo de construção de uma vida digna para todos e de uma sociedade mais justa. Uma escola onde a prática pedagógica seja vista como prática de vida, de todos e com todos e permita dar significado as suas vidas, na tarefa de formar cidadãos e cidadãs que integrem e contribuam com sua comunidade.
Diante disso necessitamos cada vez mais de uma escola democrática, com profissionais verdadeiramente comprometidos com a aprendizagem significativa do educando, que sabe transformar as informações em saberes necessários à vida de seus alunos.    
Para acompanhar tantas mudanças e exigências é urgente e imprescindível que a escola se modernize e agilize seus processos burocráticos e pedagógicos. Para isso é necessário que haja um bom planejamento de todas as atividades e uma constante pesquisa e aprimoramento, através de uma gestão democrática e com a participação de todos os segmentos da escola.
O envolvimento e diálogo com a comunidade, professores, funcionários, pais e alunos, precisa criar espaço e condições para discussão e troca de idéias, para que as ações sejam centradas nas reais necessidades da comunidade e em um ensino de qualidade.
Os resultados positivos de uma escola só são realmente garantidos, através de um trabalho COLETIVO, coordenado pela equipe diretiva e que envolva a todos: corpo administrativo, funcionários, professores, estudantes, Conselho Escolar, Grêmio estudantil e outras instituições que mantenham relação direta ou indireta com a escola. Pois a escola exerce um importante, estratégico e fundamental papel social, pois a mesma deve ser um agente transformador, que leva em conta as necessidades e carências do meio em que estiver inserida, sendo uma fonte de conhecimentos e informações para todos que nela buscam uma melhoria na qualidade de vida e um aperfeiçoamento como indivíduo e ser humano consciente.
O bom andamento das atividades escolares depende de manter as pessoas trabalhando satisfeitas e motivadas para que possam render o máximo!


                                   
                          


                        PARA GESTÃO DE A AULA
              

Todas as decisões são tomadas depois de discutidas em equipe, em alguns casos é considerada a opinião dos coordenadores, mas geralmente são os professores que resolvem.
Os alunos têm direito de dar suas opiniões, muitas vezes até mesmo os conteúdos são selecionados a pedidos deles.
Observando os trabalhos feitos pelos alunos, percebemos que há criatividades de cada um, pois os mesmos são não são iguais. Os pais sempre estão na escola para saber como vão seus filhos e isso é tão importante, pois ajuda no aprendizado dos mesmos. Dificilmente há alguma confusão que precise a direção resolver. Pode- se notar também que os alunos têm liberdade de levantar pedir para ir ao banheiro a professora é firme, porém muito carinhosa e atenciosa sempre disposta a ajudar aqueles que precisam, esclarecendo as duvidas quando surgem.

                    PARA A COODERNAÇÃO PEDAGOGICA

Há uma relação de harmonia entre a direção escolar e a equipe de docente. Todos participam e expõe suas duvidas.
As relações interpessoais são democráticas não há quem manda e quem obedece, pois todos têm liberdade de dizer sim ou não.
Todas as decisões são tomadas coletivamente em reunião. Dificilmente há contratempo, porém se caso acontece todos são responsáveis, pois há um trabalho em equipe, não há culpados apontados e sim uma busca para resolver ou juntos decidem.
Quando há divisão de tarefas todos executam as tarefas igualmente. A direção dá total apoio para a formação continuada. Sempre que há cursos os professores participam.


                                    PARA A DIREÇÃO

Sempre há reunião e havendo alguma decisão para ser tomada, são tomadas coletivamente. Todas as decisões são expostas, não há nada camuflada, tudo fica claro.
Todos os gastos são prestados contas e as notas ficam expostas no mural. As compras feitas com a verba da escola são prestadas contas do mesmo jeito.
Nem sempre a equipe participa dos trabalhos Pedagógicos, mas sempre que podem estão presentes.
Percebe-se que há parceria, pois todos trabalham em prol do aprendizado dos alunos, os docentes vêem em primeiro lugar em tudo que a escola realiza.
                                        
                                            DESENVOLVIMENTO

          As atividades de gestão, observadas e analisadas no presente estágio, foram muito interessantes e instrutivas, pude perceber claramente a distância entre o que está escrito na Proposta Pedagógica da escola e o que acontece na instituição no seu dia a dia.
        A Direção do Colégio tem as seguintes atribuições:
        Viabilizar a implementação da Proposta Pedagógica facilitando a efetiva participação do pessoal escolar na busca de soluções de problemas decorrentes do processo educacional; organizando as atividades do planejamento, coordenando sua elaboração, acompanhando, avaliando e controlando sua execução. Ele também tem a função de acompanhar o trabalho desenvolvido pelo pessoal que integra os diferentes núcleos, estabelecendo relações hierárquicas e níveis de competência, subordinação, assessoria e coordenação; propor, organizar, efetivar, acompanhar e avaliar cursos de formação continuada para todo o pessoal envolvido direta ou indiretamente no trabalho escolar, facilitando e incentivando o funcionamento das instituições auxiliares, participando do seu trabalho e de suas reuniões.
O Diretor também promove a integração entre escola, família e comunidade; assegura o cumprimento das diretrizes e normas propostas pelos órgãos competentes que integram a Secretaria Municipal da Educação. Também homologa a escolha dos professores, Tutores e dos integrantes do Conselho Diretivo.
É também função do Diretor zelar pelo cumprimento do Regimento Escolar; aprovar o Projeto Pedagógico e o Calendário Escolar; representar a escola em todas as solenidades cívicas, culturais, sociais para as quais for designado, convocado ou convidado; manter a Mantenedora informada sobre o funcionamento regular da escola e avaliar todos os funcionários e professores sob sua responsabilidade tendo como referência: a filosofia e os objetivos da escola.
    Em seus eventuais impedimentos o Diretor poderá também ser substituído pelo coordenador Pedagógico ou por pessoa que componha a equipe, nessa ordem, desde que portadores da habilitação específica exigida para o exercício do cargo de Diretor de escola.

As funções do Coordenador Pedagógico são: Participar da elaboração do Plano Anual da Escola orientando as atividades de planejamento no aspecto curricular, garantindo a integração horizontal, vertical e global do currículo.
Elaborar a programação de atividades de sua área de atuação, assegurando a articulação com as demais programações do núcleo pedagógico;
Acompanhar e avaliar o desenvolvimento do currículo; Prestando assessoria técnico-pedagógica aos professores, visando assegurar eficiência de seu desempenho para melhoria dos padrões de ensino;
Oferecer subsídios para o planejamento do espaço físico da escola, orientando, coordenando, acompanhando e avaliando os planos de trabalho dos professores, visando assegurar eficiência de seu desempenho para melhoria dos padrões de ensino;
Orientar o planejamento das horas realizadas na escola, Coordenando a programação e execução das reuniões dos Conselhos, propor e acompanhar propostas de atividades para aprimoramento dos professores.
       Durante o estágio observei que muitas vezes a coordenação da escola é vista pelos professores como se tivesse obrigação de resolver todos os seus problemas, ver material e estar o tempo todo a disposição para qualquer pedido ou encaminhamento que o próprio professor poderia resolver.
A escola conta com Serviço de Orientação Escolar com 02 professores formados em Psicologia, no turno da manhã e tarde, eles são bastante esforçados procuram resolver os problemas sempre que possível, enquanto realizei o estágio, percebi que eram muito solicitados.






                                      CONCLUSÕES
O presente trabalho foi de suma importância, uma vez que nos deu a oportunidade de aprofundar-mos nossos conhecimentos em relação à competência e ações do gestor escolar frente à gestão democrática.
Administrar é executar bem suas incumbências e planejar para o futuro, assim como e principalmente apresentar um excelente nível de produção e, neste caso da gestão escolar, a produção do saber, através de um processo ensino aprendizado cotidiano com a realidade do aluno e do professor, e de todos os que atuam no sistema educacional.
Revela-se, na concepção de gestão democrática, um exercício ampliado de novas concepções assumidas no plano social, principalmente entre os segmentos populares que desejam maior presença nas decisões e elaboração de projetos sociais, tendo como objetivo a garantia de acesso a escola de qualidade a todos. Porém as propostas de participação popular no âmbito dos processos de gestão das instituições esbarram em alguns movimentos nas relações de poder que se expressam, influenciadas por condicionantes político-ideológicos que se contrapõem ao modelo proposto.
Visto que a escola é um espaço marcado por contradições, relações de poder favoráveis à manutenção dos valores hegemônicos, a busca de construção da gestão democrática perpassa por longos caminhos que precisam ser refletidos numa dimensão acadêmica favorável à sua compreensão. É impossível mudar a escola, promover a gestão democrática mediante discursos demagógicos e populistas, quando não é possível ainda alcançar um nível de conscientização do papel participativo dos sujeitos e seu comprometimento com o processo de mudanças.
É de fundamental importância que se estabeleça a articulação entre a escola e a comunidade que a serve, pois a escola não é um órgão isolado e suas ações devem estar voltadas para as necessidades comunitárias com muito trabalho, dedicação, participação para se chegar ao objetivo da educação que é promover o homem dentro de seu contexto social e político.
Ao longo deste estudo percebemos a importância e a necessidade de se construir coletivamente um projeto pedagógico da escola. Todos devem entender que a gestão democrática é sinônima de projeto coletivo, que só pode ser viabilizado se o conjunto de todos os grupos que lidam com a educação-governo, escolar e sociedade – estiverem dispostos a participar de forma compartilhada, pois ela é materializada a partir de duas concepções: a de que é composta pela responsabilidade coletiva; e a de que depende da vontade individual de transformar a própria consciência, autocrítica e humildade para aceitar a diferença como condição para o diálogo em conjunto.  
Entende-se que foi a partir da Lei 9.394/96, art.12, inciso I, de Diretrizes e Bases da Educação, que possibilitou certa autonomia da escola para criar o seu projeto pedagógico. Com vistas à melhoria a qualidade do ensino.
Em função disso, nós profissionais atuantes, compreendemos que somente a organização, a participação e as modificações no interior da escola, vinculada ao processo de uma gestão democrática, e que atenderá as perspectivas e desejar da maioria da população articuladas no projeto pedagógico.
É com esse sentido de comprometimento que nos deixa esperançosos e compromissados com a transformação da prática educativa atual, para que resulte no crescimento do homem nos vários aspectos que compõem, para que possa intervir na realidade vigente.
Para que a escola democrática saia do papel e passe para uma prática faz-se necessário apontar caminhos que possibilitem a ampliação da teoria em cima da prática realista.
- A comunidade deve ser participativa na escola, isto é, não se omitir em fazer colocações ou dar opiniões, que devem ser aceitas, tão logo tenha fundamentos, sejam teóricas ou práticas.
- A administração escolar deve ser feita de forma que todos se sintam à vontade a participar, pois uma administração autoritária vai de encontro com a democracia escolar.
- O educador deve estar sempre em constante busca pelo aprimoramento de seus conhecimentos, para que possa atuar com segurança favorecendo um ensino-aprendizado de qualidade.
- Para que a gestão democrática se efetive nas escolas públicas é necessária antes de tudo uma conscientização de toda a comunidade escolar, a respeito do que é e como se faz gestão democrática.
Concluímos que apesar das dificuldades impostas ao processo de gestão democrática, é possível se construir um ambiente em que cada membro da comunidade educacional sinta-se parte importante do mesmo. Através da ação verdadeiramente político-pedagógica do gestor escolar, atuando como um incentivador, um líder democrático que ouve que dá oportunidade a todos os componentes de opinarem e decidirem as soluções adequadas às problemáticas surgidas, pois ao assumir o cargo deve ter a consciência de que a educação brasileira sofre com os mais diversos problemas e carências, portanto tem o dever de realizar uma ação comprometida, crítica e, acima de tudo, democrática na escola.

             














                                            EVENTOS

Tive o privilégio de acompanhar alguns dos eventos realizados na escola.
No dia 22 de agosto a escola comemorou o Folclore teve algumas apresentações com: teatro com fantoche, danças típicas da região e outras. No dia 21 de setembro foi comemorado o dia da árvore na qual os alunos fizeram poesias, dramatizações e paródias.  Também no dia 07 de setembro a escola participou do desfile Cívico com o tema “Os Três Períodos da Historia”
Em todos os eventos pode- se observar que todos participaram e interagiram-se de forma amigável e comprometidos. E em todos os momentos os alunos e sua aprendizagem vêm em primeiro lugar.






















            REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO

DALMAS, Ângelo. Planejamento participativo na escola: Elaboração e avaliação.
Petropólis, RJ, 1994.
FAVERO, Irmã Maria Leônida. “A educação libertadora no cotidiano da escola FERREIRA, Syria Carapeto (org.). Gestão da Educação; Impasses, Perspectivas e               Compromissos. Cortez: S.P: 2000
FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. Tradução de Moacir Gadotti e Lilian Lopes
Martins. RJ: Paz e Terra – 1983 - 12º ed.
LUDKE, Marly, MENGA, André. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas.


















                       






ANEXOS







                       












































Um comentário:

  1. fiquei feliz por encontrar este blog,favorece a educação com seu suporte profissional parabéns.

    ResponderExcluir